Feeds:
Articles
Commentaires

Archive for novembre 2000

No contexto dos anos setenta, a abordagem em termos de Regulação (ATR) desenvolveu uma metodologia e uma problemática radicais para estudar a dinâmica histórica do capitalismo e identificar, no seio do modo de produção capitalista, períodos distintos, caracterizados por regularidades específicas e que garantiam uma progressão geral e relativamente coerente da acumulação.

A conjuntura do nascimento da ATR é a da crise das políticas macroeconômicas keynesianas, desacreditadas a partir do fim dos anos sessenta, quando as políticas de expansão econômica esgotam-se, acelerando a espiral inflacionária, a compressão dos lucros, o congelamento dos investimentos, a crise das finanças públicas, e, sobretudo, a impossibilidade de reduzir a taxa de desemprego ao desemprego dito “friccional”.

Para os trabalhadores, é a desaparição do “pleno emprego”, o fim do aumento dos salários reais e a diminuição, até mesmo a supressão, pura e simples, de um número considerável de serviços ligados à cidadania do welfare. Estes vão diminuir mais ou menos — segundo as variações nacionais e o grau das resistências encontradas — na imensa liquidação das conquistas sociais, progressivamente acionada pelas estratégias neoliberais de “desestatização”.

(Artigo publicado em Outubro, revista do Instituto de Estudos Socialistas, n° 4, 2000, tradução de Ruy Braga)

Lire la suite sur le site de Outubro ou Télécharger l’article.

Publicités

Read Full Post »